27/01/2022

É preciso entender se as falhas lógicas na distribuição das vacinas são incompetência sem limite, ou uma forma de prejudicar o ritmo da imunização. O país ainda não alcançou a meta de 80% da população vacina, em nenhuma das fases. Foram 164.084222 brasileiros vacinados com a primeira dose (76,92%), 149.332.782 com a segunda dose ou dose única (70,01%) e apenas 44.283.945, tomaram a dose de reforço (20,76%). Alheio a tudo isso, o Ministério da Saúde, mantém armazenado no Centro de Distribuição de Insumos Estratégicos da pasta em Guarulhos, na Grande São Paulo, cerca de 32 milhões de doses do imunizante da Jassen. Segundo fontes do ministério, a pasta recebeu 41 milhões de doses do imunizante, desse total, 38 milhões foram adquiridas em um contrato com o laboratório e 3 milhões doadas pelos Estados Unidos. No entanto, o informe técnico da pasta afirma que apenas 9,2 milhões de doses foram entregues para os estados. As doses estão disponíveis segundo a pasta, enquanto isso vários estados sofrem com sua falta. O Ministério da Saúde disse, em nota, que 31,7 milhões de doses estão armazenadas e poderão ser prontamente distribuídas quando solicitadas pelos estados. Mas uma vez o governo deixa de assumir o protagonismo para virar um coadjuvante desastrado.