Até aqui nos ajudou o Senhor

Sem negar nem confirmar estima-se que a campanha anticrime custou R$ 10 milhões. Com a palavra a "Secom"

28/09/2019

Com o tema a "lei tem que estar acima da impunidade", começa oficialmente do próximo dia (3), a campanha publicitária do governo em defesa do pacote anticrime do ministério da justiça. painéis de grande dimensão que integram a campanha do pacote anticrime As peças publicitárias em vídeo usarão depoimentos e casos reais de vítimas de violência para demonstrar o efeito da impunidade de três pontos abordados no projeto: prisão a partir de condenação em segunda instância, tribunal do júri e "saidão" de presos. Tudo muito bem, tudo muito certo, a não ser o fato de o país está envolto a contenção recurso monstruoso em todos os setore, chegando ao ponto de ministros de algumas pastas dizerem que estão cortando até o cafezinho. A campanha ter custado R$ 10 milhões, valores não confirmados pela Secom que já foi questionada desde a última segunda (23) e negou a informação. O que se sabe é que, painéis de grande dimensão que integram a campanha do pacote anticrime começaram a ser colocados na quarta-feira nas fachadas de prédios da Esplanada dos Ministérios, em Brasília. A campanha é assinada pela agência Artplan, a mesma responsável pela publicidade da reforma da Previdência, e que custou cerca de R$ 37 milhões. Ou seja quase R$ 50 milhões que desce pelo ralo. Fica a pergunta que não quer calar. Onde anda a tal austeridade?