Até aqui nos ajudou o Senhor

Governo libera R$4,3 bilhões antes da votação da reforma da previdência mas esquece de R$ 2 milhões à Santa Casa JF

28/09/2019
Foto Divulgação/Arquivo Santa Casa JF
Foto Divulgação/Arquivo Santa Casa JF

Há um ano atrás em setembro de 2018, o então candidato à presidência da república Jair Bolsonaro, em campanha em Juiz de Fora, sofre um atentado a faca no centro da cidade, no calçadão da rua Halfeld. Socorrido na Santa Casa da cidade ele recebeu todos os cuidados necessários e declarou posteriormente que nascera novamente após passar pelo hospital público de Juiz de Fora. Acreditava-se que por uma questão de reconhecimento, o hospital receberia o valor de uma emenda parlamentar de R$ 2 milhões destinados a ele pelo ainda deputado Jair Bolsonaro. A emenda é de 2018, mas até ontem o hospital não havia recebido nenhum centavo de emenda destinada por parlamentares. Como as emendas destinadas em 2018, são relativas ao orçamento de 2019 o hospital diz "Acreditamos que até o fim de 2019 elas cheguem. Baseados em nossas experiências anteriores, os prazos estão dentro do esperado." Só que não existem justificativas por parte do governo para a não liberação deste valor já que de acordo com a ONG Contas Abertas, o Executivo já liberou este ano R$ 4,3 bilhões em emendas. Coincidentemente uma boa parte delas foi autorizada no momento em que se precisava do apoio dos deputados para a aprovação da reforma da Previdência na Câmara. Só que a continuar as velhas política no novo governo, o toma lá dá cá institucionalizado não vai se acabar