Até aqui nos ajudou o Senhor

Ministro deve ter faltado as aulas de historia do Brasil

13/10/2019
Foto Divulgação/Arquivo Casa Civil BR
Foto Divulgação/Arquivo Casa Civil BR

De onde será que o presidente Bolsonaro tirou sua equipe de auxiliares, principalmente do primeiro escalão. Não passa um dia sem que um deles venha a público para dar vexame. Ontem (12) durante a Cpac, conferência conservadora que aconteceu em um hotel de São Paulo. O ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, demonstrando o seu já habitual desconhecimento da história de nosso país, chorou ao comentar a divisão que tomou conta da direita. O ministro de Bolsonaro disse que o Brasil sempre foi governado pela esquerda e que é a primeira vez que a direita tem a chance de mostrar "a que veio", esquecendo-se dos 21 anos de ditadura militar (direita). Em sua fala o ministro citou o Chile como exemplo de um país em que a direita, representada pelo ditador Augusto Pinochet, teve impacto duradouro, que não foi modificado posteriormente. "O Chile teve quatro ou cinco governos de esquerda e não mudaram os fundamentos do que fizeram lá atrás, declarou, em referências às reformas liberais do ditador. Nesse momento, ouviu-se na plateia um "Viva Pinochet! O que deixa claro a apresso por um governo ditatorial. Ao dizer que "a gente não pode perder essa chance". "Eles [a esquerda] dominaram esse país durante anos a fio. Pela primeira vez a direita brasileira tem a chance de escrever a história do Brasil." Onyx assume o total fiasco do atual governo até agora, de forma que é compreensível seu pânico com a volta iminente da esquerda, que já vai se restabelecendo em todo continente