Até aqui nos ajudou o Senhor

Só 2% de nossos jovens pretendem investir na carreira de professor

18/10/2019
Foto Divulgação/Arquivo Internet
Foto Divulgação/Arquivo Internet

Na semana que comemoramos o dia do "Professor", um relatório da OCDE (Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico), mostrou que cada vez menos crianças e adolescentes pensam em seguir a carreira de professor. O relatório mostrou que pouco mais de 2% pretendem investir na carreira. Uma situação bastante alarmante, tendo em vista esta ser uma das mais importantes profissões e vocações que possa existir. O que vai ser das próximas gerações sem o professor. O desenrolar da pesquisa aponta as principais razões são o desrespeito com o profissional e a falta de investimento. Ao se colocar os valores gastos com educação na conta dos gastos públicos, se cria uma defasagem muito grande entre o "gasto" do recurso e seu efetivo retorno. Qualquer educador saberia diferenciar isso, todos os recursos aplicados na educação é investimento a médio e longo prazo, mais com retorno garantido. A algum tempo professores vem sofrendo uma série de desgastes emocionais, sem apoio de seus superiores, dos pais e dos alunos. Alguma coisa precisa ser feito com urgência, ou o que já está difícil vai ficar muito pior.