Até aqui nos ajudou o Senhor

Eduardo perde em votação até para um cone

23/10/2019

Depois de ser elevado ao cargo de líder do PSL, através de uma boa manobra política, o Deputado Eduardo Bolsonaro teve sua primeira reunião no colégio de líderes, com uma derrota retumbante. As lideranças da Câmara dos Deputados decidiram retirar da pauta o projeto de lei que ampliava as regras para o porte e posse de armas de fogo. A nova tentativa não teve êxito, o substitutivo do deputado Alexandre Leite (DEM-SP) foi considerado 'amplo demais'. Desde agosto engavetado na câmara é para lá que ele volta, e vai aguardar mais um tempo antes de ser apreciado pelo plenário. Esta derrota reforça a tese do líder do PSL no Senado, Major Olímpio, disse nesta terça-feira (22) que Eduardo Bolsonaro não venceria sequer um "cone" caso enfrente uma votação para se manter na liderança do partido na Câmara. "Se você fizer a votação secreta não dá ele, se você fizer a votação aberta não dá ele, se você botar um cone para disputar vai dar o cone", afirmou o Senador. A principal característica de um líder de governo é ser um ponto de equilíbrio entre as discordâncias naturais da democracia, entretanto o primeiro ato de Eduardo como líder do partido foi destituir todos os 12 vice-líderes, parece que o clã acredita que vão conseguir governar sozinhos. Enquanto o presidente se isola dos líderes mundiais, o garoto se isola dos demais deputados na casa, até mesmo do partido que pretende liderar. Vamos ver onde isso vai dar.