Até aqui nos ajudou o Senhor

N1

24/10/2019

Transparencia, não é nada mais que isso que o povo brasileiro espera do governo e sua equipe. A tragédia do derramamento de óleo no litoral do nordeste, que avança todos os dias, foi ou não tratada com descaso pelas autoridades? O ministro Ricardo Salles ao invés de ir a público para dizer o que está sendo feito para a solução, chega às mídias com fakes news. Nos dias atuais, a velocidade da informação, torna real a velha máxima que a mentira tem pernas curtas. Pode não ter havido um descaso em atacar este desastre, mais houve uma morosidade nas ações. Quando as manchas de óleo começaram a chegar às praias, o departamento responsável em definir as estratégias emergências ambientais, subordinado ao Ministério do Meio Ambiente sequer tinha um responsável, o cargo só foi ocupado 35 dias após o início da crise, no dia 4 de outubro. Nesta época o Ibama ja apontava 136 pontos atingidos, espalhados em nove estados. Segundo o ministro Ricardo Salles o governo já atuava nas praias desde o aparecimento das manchas, e que esses trabalhos não dependiam da nomeação no departamento. Entretanto as manchas continuam avançando em seu curso e já se admite que poderá chegar ao litoral sudeste.