Até aqui nos ajudou o Senhor

A justiça foi feita

25/10/2019

O presidente Jair Bolsonaro confirmou nesta quinta-feira a indicação de Nestor Forster embaixador interino nos EUA, para assumir oficialmente a embaixada brasileira em Washington, no lugar de seu filho, o deputado Eduardo Bolsonaro, e sinalizou que o pedido de agrèment deve ser encaminhado ao governo dos Estados Unidos nos próximos dias. "Por aqui mesmo a gente já pede o agrèment e formaliza", disse Bolsonaro a jornalistas na partida de Tóquio a caminho de Pequim, a próxima parada de sua viagem pela Ásia e o Oriente Médio. "É uma pessoa benquista, é um quadro exemplar, tem tudo para dar certo". Foster já era o mais cotado ao cargo, até o presidente tentasse indicar seu filho ao posto. O deputado, no entanto, não tinha votos suficientes no Senado para ter a nomeação aprovada. Desde que foi indicado pelo presidente, em julho, Eduardo e o Planalto faziam lobby por seu nome, mas o governo nunca chegou a ter garantia de que seria aprovado - tanto que a mensagem oficial com a indicação nunca chegou a ser enviada ao Senado, somou-se a isso a crise dentro de seu partido. Foi feita justiça e a indicação justa de Foster. O Brasil está sem embaixador em Washington desde abril, quando Sérgio Amaral, indicado ainda no governo Temer, foi retirado do posto por ordem de Bolsonaro.