Até aqui nos ajudou o Senhor

A partir de agora americanos, australianos, canadenses e japoneses já podem entrar no país sem o visto, daqui pra' la as exigências continuam

18/06/2019
Foto Divulgação/Arquivo Internet
Foto Divulgação/Arquivo Internet

Entrou em vigor nesta segunda o Decreto Presidencial nº 9.731, que beneficia turistas americanos com isenção de visto para visitarem o Brasil. O decreto vale também para turistas da Austrália, do Canadá e do Japão. Hoje mesmo o Aeroporte Internacional Tom Jobim (Galeão), já teve uma movimentação atípica com a chegada destes turistas. De a cordo com o ministro do Turismo Marcelo Alvares Antonio e expectativa do governo é que a medida injete na economia nacional pelo menos R$ 1 Bilhão. O ministro considerou o dia de hoje "histórico para o turismo no Brasil". Tambem segundo o ministro este decreto atende uma demanda de mais de 15 anos do setor de turismo nacional. Entre os turistas que chegaram nesta segunda-feira com o benefício da isenção de visto estão Bryan e Aline Smith, pai e filha, que pretendem assistir aos jogos da Copa América. "Achei muito boa a facilidade e espero que os Estados Unidos simplifiquem também e implementem a isenção de visto para lá. Espero voltar mais vezes, dependendo de como será esta estadia". O porque de um beneficio unilateral? esta é a pergunta. Com a facilidade do visto eletrônico, que entrou em vigor em 2018 para os mesmos países beneficiados agora com a isenção, o fluxo de visitantes dos Estados Unidos, do Canadá, do Japão e da Austrália aumentou 15,73%, com injeção de R$ 450 milhões na economia. O déficit deixados pela falta de visitantes estrangeiros no pais, tem um fator que não passa pela falta de interesse mais sim pela imagem desgastada que o pais tem no exterior. Obvio que no momento atual do pais, a entrada de alguns dólares fará muito bem.