Até aqui nos ajudou o Senhor

Brasil dá calote bilionário a ONU

07/09/2019

Certas coisas são incompreensíveis, o Brasil e candidato a uma vaga no Conselho de Direitos Humanos da ONU, mas dados oficiais da secretaria-geral apontam que nos oito meses de 2019 o país não destinou nenhum centavo ao orçamento regular da entidade internacional, apesar de ser uma obrigação dos signatários. E acumula debito que já vem dos últimos governos. Dentro de duas semanas no governo desembarca em Nova Iorque para discursar e defender a candidatura do país, só que representará o segundo maior devedor da entidade. Só sendo superado pelo governo de Donald Trump. Um calote bilionário, o país acumula um atraso inédito com as Nações Unidas, somando US$ 433,5 milhões, mais de R$ 1,7 bilhão.