Até aqui nos ajudou o Senhor

INTERNACIONAL Trump tenta uma retomada a diplomacia e demite John Bolton

11/09/2019

Numa ousada tentativa de retomar abertura diplomática com a Coreia do Norte e o Irã, dois países que a sua administração entrou em conflito ao longo do mandato, o presidente Donald Trump pediu a renúncia John Bolton do cargo de assessor de Segurança Nacional, que foi entregue na manhã de ontem (10). Agradeço muito a John por seu serviço disse o presidente americano. Segundo integrantes do governo Bolton foi responsável por diversas políticas hostis com relação ao Oriente Médio e a América Latina durante o governo Trump. De acordo com Trump "Discordei fortemente de muitas de suas sugestões, assim como outros no governo". Bolton é conhecido como "o senhor da guerra" por sua posição beligerante que implementou no governo George W. Bush, e agora no meu. De acordo com o New York Times, Trump ficou "desencantado" com as falhas de Bolton na derrubada do presidente venezuelano Nicolás Maduro. Parte da oposição venezuelana, apoiada por Washington, realizou diversas tentativas de agitação para corromper militares do Exército venezuelano e incitar um golpe de Estado contra Maduro, todas fracassadas. Além disso, Bolton foi responsável por interromper diversas medidas de aproximação diplomática entre EUA e Cuba, implementadas na gestão do ex-presidente Barack Obama. Durante sua administração, o governo norte-americano ainda ativou o título III da lei Helms-Burton, endurecendo o bloqueio contra Cuba e a tentativa de asfixiar a economia cubana. Donald Trump enfim entendeu que embora governe a maior nação, não esta sozinho e nem é o centro do universo.