Até aqui nos ajudou o Senhor

Olavo de Carvalho ataca a democracia e diz que imprensa e inimiga do Brasil. 

17/09/2019
Foto Divulgação/Arquivo Gazeta do Povo
Foto Divulgação/Arquivo Gazeta do Povo

Os atos praticados pelo governo bolsonaro contra a democracia no pais estão se intensificando e mostrando um viés ditatorial não visto desde o fim regime militar. No ultimo domingo (15) o guro do clã bolsonaro Olavo de Carvalho fez novos ataques a democracia e disse "A classe jornalística é o grande inimigo do Brasil, porque ela está identificada com o Foro de SP, trabalha para o Foro de SP", antes, na semana passada o próprio presidente se referiu a imprensa como inimiga do seu governo. Em vídeo este charlatão (o grifo é nosso) minimizou o tema corrupção "O problema do Brasil não é a corrupção. É o foro de São Paulo. É o poder esquerdista". "[Bolsonaro] Xinga os caras (jornalistas), mas não faz nada contra eles, porque ele não tem respaldo, não tem uma militância organizada trabalhando para ele. Se tivesse, por exemplo, nós já teríamos uma equipe de 100 advogados fiscalizando o que esses jornalistas fazem e processando um por um. Mentiu contra o governo, processo em cima de você. É a maneira mais simples de lidar com isso", acrescenta. Ao final se enrolando com as palavras Olavo entra para o coro e reforça a farsa do impeachment da ex presidenta. "Na época do impeachment da Dilma nós tínhamos 3 milhões de pessoas nas ruas, todas voltadas contra o PT e aí só que faltava era uma liderança firme capaz de utilizar essa imensa força para derrubar o establishment corrupto. O pessoal não teve coragem de fazer isso, ao contrário foram lá trocar tudo pela cabeça da Dilma. Foram lá para a classe política e disseram: nós poupamos todos vocês se nos entregarem a Dilma. Quem fez isso foi o pessoal do MBL", disse o guru, entregando os antigos aliados. E ai nós da imprensa entendemos porque a perseguição e o discurso de que o problema não esta na corrupção.