Até aqui nos ajudou o Senhor

Deu a louca no governo RJ, helicóptero no ar é sinônimo de pânico em solo.

19/09/2019
Foto Divulgação/Arquivo da Internet
Foto Divulgação/Arquivo da Internet

Deu a louca no governo do Rio de Janeiro, os helicópteros do governo do Wilson Witzel, sobrevoava ontem (18) pela manhã a comunidade do Complexo do Alemão, onde vivem mais de 70 mil pessoas, espalhando pânico e terror na população. Os tripulantes da aeronave disparavam tiros de fuzil contra as pessoas em solo indistintamente. O mesmo fato ocorreu na terça-feira (17), contra a região da favela do Jacarezinho, também na Zona Norte da cidade. O que se passa pela cabeça deste governador ex juiz, impossível de entender tamanha insanidade. Isso não é uma luta contra o crime, isso é uma política de extermínio, um genocídio. Só nos primeiros seis meses deste governo 881 pessoas já foram mortas por policiais. Quando os responsáveis em manter a lei, passam a usar dela de acordo com seus interesses pessoais e no caso do governador, também político, corre-se o risco disso virar uma barbárie. Isso é inadmissível, o extermínio deliberado e de forma sistemática também é crime Sr. governador. Witzel está usando a cartilha do ditador Pol Pot, que todos são culpados. Professores, jornalistas, pessoas que usavam óculos, chineses, vietnamitas, budistas, muçulmanos... Qualquer um que pudesse ser caracterizado como intelectual, estrangeiro ou diferente, era detido em campos de concentração para morrer. O governador usa de métodos de extermínio mais rápido, um abate geral. Aos nobres policiais militares e civis do Rio de Janeiro, a força policial é do 'estado' e não de governo, como grandes representantes que são, voltem a usar da força necessária na medida certa, continuem sendo heróis.