Até aqui nos ajudou o Senhor

Encontro fora da agenda quer mexer na estabilidade o funcionalismo publico 

08/10/2019

Um encontro fora da agenda presidencial, o presidente encontrou o presidente da câmara Rodrigo Maia, os dois discutiram a reforma administrativa que contempla entre muitos tópicos, o fim da estabilidade dos servidores públicos. A estabilidade existe para garantir que o servidor não passe por perseguições políticas, nas mudanças de governo. Se governos se sentem à vontade a substituir servidores de livre nomeação sem nem analisar sua produtividade, muda, porque detém o poder de mudar. Imagine este poder estendido a todos os setores. A reforma administrativa e mais um projeto que pode ser encaminhado ao congresso a qualquer momento, e caso venha ser aprovado a garantia da estabilidade pode ser extinta para todos os servidores públicos. Estes acertos na calada da noite não deveriam mais existir na política nacional. Qualquer lei com o passar dos anos, fica obsoleta e precisa ser atualizado sem dúvida, mas estas mudanças e adequações precisam ser às claras, sem letras miúdas. Sem dar muitos detalhes sobre a reunião Maia disse ao final da reunião "há unidade nas duas Casas, não vai ter conflito de jeito nenhum, com projetos do governo que já estão na Câmara e com os que vão chegar".