Até aqui nos ajudou o Senhor

Saída Honrosa, se é possível 

11/10/2019

De acordo com fontes da PGR, os procuradores discutem o que tem chamado de uma "saída honrosa" para retirar Deltan Dallagnol direção da força-tarefa da Lava Jato. Uma das ideias é uma 'promoção' ao cargo de procurador regional, que atuará na segunda instância do Ministério Público Federal. Entretanto para que isso ocorra é necessário que Dallagnol se candidate à vaga. Segundo o novo PGR Augusto Aras, nas próximas sessões ele irá promover 11 procuradores regionais e Dallagnol tem direito a uma destas vagas. Dallagnol é alvo de ações no Conselho Nacional do Ministério Público, órgão que fiscaliza a atuação de procuradores. Aras no entanto esclarece que mesmo promovido ele não deixará de responder a representações no Conselho Nacional do MP. O procurador tem sua conduta à frente da Lava Jato contestada, desde os vazamentos de mensagens divulgadas pelo Intercept Brasil, que trouxeram à tona o debate sobre a necessidade de anular sentenças no âmbito da Lava Jato. Enfim essa promoção seria sim uma saída honrosa.