Até aqui nos ajudou o Senhor

Justiça só pedimos Justiça!

14/12/2019

Justiça só pedimos Justiça! Lembrando que a segurança dos povos indígenas é obrigação legal do governo federal. Entretanto o que vemos é a matança encaminhar sem freios no Maranhão. A Articulação dos Povos Indígenas do Brasil (Apib) denunciou em sua página no Facebook, nesta sexta-feira (13), o assassinato de mais um índio da etnia Guajajara. O indígena foi identificado como Dorivan Guajajara, residente da Terra Indígena Araribóia, seu corpo foi encontrado esquartejado no município de Amarante, no Maranhão. Uma outra vítima, essa não indígena, também teria sido encontrada no local. Com a morte de Dorivan sobe para quatro o número de indígenas da etnia Guajajara assassinados nos últimos meses. A disseminação do ódio contra os índios, negros, gays (toda minoria) tem colocado o país em um cenário de guerra. O quadro de autoritarismo e racismo já extrapolou todos os limites possíveis. Acusações de um lado e de outro, não levam a nada. É preciso uma investigação séria, que coíba de forma eficaz esta barbárie. 

A líder indígena Sônia Guajajara usou as redes sociais, para comentar "Mais um crime brutal contra o povo Guajajara! Dorivan Guajajara da TI Araribóia em Amarante foi brutalmente assassinado a facada. Todas as pessoas que não gostam de nós estão se sentindo autorizadas a matar porque sabem que a impunidade impera. É hora de dar um BASTA"! Com a palavra o ministro da Justiça Sérgio Moro e a Polícia Federal.