Até aqui nos ajudou o Senhor

'The New York Times' maior jornal do planeta fala do ocorrido

28/06/2019

Sinceramente, não consigo entender o que se passa na cabeça da cúpula do governo Bolsonaro. O Líder maior vai ao Japão sem uma agenda de encontros pré definida , sai para passear pela cidade, tirar selfies e jantar em churrascaria brasileira, para isso, não seria necessário tanto desperdício de tempo e dinheiro para ir ao outro lado do planeta, nem ter passado pelo constrangimento da cocaína em aeronave oficial na Espanha, e muito menos tomar "pito" e ser obrigado a baixar a cabeça para vários líderes mundiais. Enquanto a viagem só aumenta a certeza de um governo em descaminho . Aqui no Brasil, quem fica não deixa de dar sua participação. 

Em uma situação que deveria ser levada muito a sério por todo o governo, o ministro da Educação Abraham Weintraub, faz piada e ataca os ex presidentes do PT "No passado o avião presidencial já transportou drogas em maior quantidade. Alguém sabe o peso do Lula ou da Dilma?", disse Weintraub no Twitter. E escreve ainda "Tranquilizo os "guerreiros" do PT e de seus acepipes: o responsável pelos 39 kg de cocaína NADA tem a ver com o Governo Bolsonaro. Ele irá para a cadeia e ninguém de nosso lado defenderá o criminoso. Vocês continuam com a exclusividade de serem amigos de traficantes como as FARC". Ao invés de ainda estar em campanha política, o ministro deveria tratar o assunto com a seriedade que merece. O maior jornal do planeta The New York Times saiu com este título "White Powder, Red Faces: Cocaine Cargo Aboard Brazil Presidential Plane" ( Pó branco, rostos vermelhos: a carga de cocaína a bordo do avião presidencial do Brasil). E faz a seguinte citação : "O presidente Jair Bolsonaro do Brasil prometeu perseguir implacavelmente os traficantes de drogas. Agora, está duramente pressionado para explicar como um avião presidencial transportou 39 quilos de cocaína através do Atlântico durante uma viagem oficial". Não é possível a minimização de fatos graves como estes, nem se fazer piadas com coisas sérias. Está na hora de deixar de brincar de ser governo.