Até aqui nos ajudou o Senhor

Glenn sobre investigação... Sim ou Não, porque ta' tão difícil responder?

11/07/2019
Foto Divulgação/Arquivo Internet
Foto Divulgação/Arquivo Internet

O procurador do Ministério Público no Tribunal de Contas da União (TCU), Lucas Rocha Furtado, pediu que o órgão de controle suspenda a produção de qualquer relatório de atividade financeira do jornalista Glenn Greenwald que esteja em andamento por parte do Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf).

Segundo o blog do jornalista Guilherme Amado, Furtado também solicitou a realização imediata de uma inspeção Coaf para verificar se o órgão está ou não investigando o jornalista, que é editor do site The Intercept Brasil, que revelou as mensagens trocadas entre o ministro da Justiça, Sérgio Moro, da Justiça, com procuradores da Operação Lava Jato quando ele era juiz. Para o procurador, a resposta do presidente substituto do Coaf, Jorge Luiz Caetano, para o TCU sobre o assunto foi inconclusiva, como todas as respostas dadas por este governo. Caetano não esclareceu, existe ou não um Relatório de Investigação Financeira (RIF) sobre Greenwald, nem se recebeu qualquer "elemento de informação" da Polícia federal que justificasse uma investigação contra o jornalista, a não ser as publicações da mensagens das quais não reconhecem a autenticidade, mas não provam serem falsas.