Até aqui nos ajudou o Senhor

É preciso elevar nosso padrão ético e melhor nossa imagem no exterior

24/08/2019

Nas eleições de 2018 havia uma crescente onda antipetista e grande sentimento de necessidade de combate a corrupção, que para a classe média era a principal razão da precariedade dos serviços públicos (e é mesmo). Este foi todo o mote de campanha do atual presidente. Infelizmente logo após vencer as eleições e tomar posse no governo, foi vítima de uma fatalidade política, e viu o filho Flávio recentemente eleito ao senado federal, envolvido em uma investigação de corrupção, era tudo que ele não precisava no momento. A partir daí seu mandato perdeu o rumo. O presidente teve que costurar grandes acordos na tentativa de blindar seus filhos. Outro golpe inesperado foi quando o site Intercept Brasil passou a divulgar mensagens trocadas pelo seu super ministro da justiça, quando era juiz da lava jato, com promotores da força tarefa traçando planos e realizando ações consideradas ilegais, no escândalo que ficou conhecido como Vaza Jato. Sem rumo no governo o presidente começou a imaginar uma teoria da conspiração a sua volta, aliados políticos se tornaram "personas non gratas" e um a um foram sendo demitidos, muitos de forma até desrespeitosas de suas funções. Estava assim sendo instituído uma nova forma de governo o do "eu que mando" e quem não obedecer vai sair. Vieram as interferências e os ataques em corporações e órgãos até então independentes. Polícia Federal, Receita Federal, Coaf (que agora é UIF Unidade de Inteligência Financeira), Inpe, etc, etc. Só existe um meio de ter um Brasil de volta no rumo, elevando o padrão ético do país, e melhorando nossa imagem no exterior. E isso, não vejo condições alguma de ser feita por Jair Messias Bolsonaro o Mito. O Jornal Fique de Olho não é de esquerda, de direita muito menos de centro. Somos um jornalismo independente com o propósito de fazer com que você possa pensar, tendo em mãos uma informação certa e de qualidade. Já são mais de 15 anos desde nossa primeira edição impressa mensal, até nossa entrada agora em 2019 para a era digital e diário. Pretendemos estar sempre do seu lado. "Leitura Inteligente para Pessoas Inteligentes".