Até aqui nos ajudou o Senhor

Cemig promove mutirão de fiscalização, 51% da unidades fiscalizadas tinham algum tipo de irregularidade.

21/07/2019

Uma equipe técnica da Cemig realizou nesta semana que passou um mutirão de fiscalização para verificar possíveis irregularidades - os chamados "gatos", o êxito da operação foi tanto que 51% das unidades visitadas pela companhia tinham alguma irregularidade energética e foram notificadas para as adequações necessárias. De acordo com os técnicos da Cemig o número exato de estabelecimentos visitados não foi divulgado, mas o grau de assertividade foi tão alto que permitiu detectar irregularidades em mais da metade dos estabelecimentos visitados, e em todos estes, nós tivemos alguma notificação a fazer ao cliente, analisou o técnico de serviço e manutenção da Cemig, Samuel Tanuri. Existe uma agenda rotineira de intervenções visando a execução de cortes por inadimplência ou outras irregularidades. Entretanto, de acordo com notas de inspeções emitidas em períodos determinados as vistorias são intensificadas. Esse mutirão é o segundo feito este ano, o primeiro ocorreu em abril e a expectativa é a realização de mais um até o final do ano, No centro de inteligência da Companhia , há o monitoramento o ano inteiro de clientes que são selecionados, quando há mudanças de consumo tanto para mais quanto para menos, nestes casos são emitidas notas de inspeção. No mutirão, isso é intensificado", explicou. As vistorias dessa semana aconteceram em estabelecimentos localizados na área central do município. ."As consequências destes desvios, explica o técnico, afetam não somente a Cemig, mas também a população de um modo geral. "Estima-se que se não houvesse irregularidades, 5% da conta de energia poderia ser barateada para todos os clientes, de um modo geral. A partir do momento que alguns tentam levar essa vantagem, as outras pessoas é que pagam. Todos nós pagamos. Outro fator levado em consideração para estas visitas e a segurança do imóvel já que a utilização inadequada pode gerar riscos de choques, ou panes e danos em aparelhos, às vezes, algum cabo de instalação, ou uma possível interligação, não está adequado, e nós orientamos sobre isso. Muitas vezes o cliente nem está ciente. Além disso constatada a irregularidade a notificação é vinculada ao CPF do usuário, é cobrada uma multa que varia de acordo com o perfil de consumo do cliente e pode ser calculada retroativa aos últimos 36 meses anteriores à constatação da irregularidade. Ainda existe o risco de uma ação criminal por furto de energia que pode levar à prisão. Fica aqui nosso alerta; "fazer gato na rede elétrica é arriscado a segurança e é crime". pense nisso.