Até aqui nos ajudou o Senhor

No Rio de Janeiro homem tenta incendiar ônibus e depois se esfaqueia

23/08/2019
Foto Divulgação/Jornal Extra
Foto Divulgação/Jornal Extra

Em menos de uma semana da tragédia do sequestro do ônibus na ponte Rio-Niterói. Outro homem tentou incendiar um ônibus, na tarde desta quinta-feira, na Rua Barata Ribeiro, na esquina com a Rua Hilário de Gouveia, em Copacabana, na Zona Sul do Rio de Janeiro. Segundo narrativa do motorista do coletivo, o homem que foi identificado como Edvaldo Ribeiro de Farias, embarcou tranquilamente e bem próximo a 12ª DP (Copacabana), ele retirou um produto inflamável da mochila, jogou em um dos bancos do veículo e ateou fogo. Segundo testemunhas logo que desceu do coletivo o homem teria se esfaqueado. Os Bombeiros foram acionados mais ao chegarem o motorista do veículo já havia debelado o fogo com o extintor. Militares do 19º BPM Copacabana, atenderam a ocorrência socorreram o homem que foi levado ao Hospital Miguel Couto na Gávea, o trânsito ficou lento nas imediações. Além do autor que se esfaqueou, nenhuma outra pessoa ficou ferida na ocorrência que segue em andamento a Delegada Valéria Aragão, titular da delegacia de Copacabana, disse que Edvaldo já tem passagens, duas acusações uma por tentativa de homicídio e outras por ameaça contra a companheira com quem viveu 15 anos, ele estava solto a um ano e oito dias. Seu histórico indica graves problemas psiquiátricos, dependente de medicamentos que quando não utilizados o levam a extrema violência. De acordo com o motorista, o coletivo era da linha Troncal 3, e fazia o trajeto Central - General Osório.