Até aqui nos ajudou o Senhor

Prefeitura de Rio Novo tem contas bancarias hackeadas

05/12/2019

Logo nas primeira horas de ontem a Prefeitura de Rio Novo, na Zona da Mata Mineira, percebeu movimentação atípica em diferentes contas da Administração no Banco do Brasil do município. De acordo com o prefeito Ormeu Rabello Filho, um valor estimado de R$ 600 mil foi desviado o que corresponde a cerca de 19% do montante que o município possui contabilizado, algo em torno de R$ 3,2 milhões. Inicialmente um pagamento de R$ 16 mil, saiu de uma das contas e ao longo do dia outros débitos surgiram. Não havia dúvidas que as contas haviam sido hackeada e que cerca de R$ 600 mil teriam sido desviados", relata o prefeito. Segundo ele, diversas transferências de diferentes valores haviam sido realizadas. Até o fim da tarde desta quarta, a Administração Municipal se empenhava ao máximo na tentativa de descobrir nomes de quais empresas ou pessoas físicas todos pagamentos teriam sido efetuados. De acordo do o prefeito Ormeu, o caso está sendo apurado pelo banco, que já teria providenciado estorno de metade do valor movimentado. E a ocorrência registrada como estelionato pela polícia. Além disso, o Ministério Público de Minas Gerais também foi comunicado. Em breve o banco deverá nos fornecer um relatório sobre tudo o que aconteceu. Por meio de nota o Banco esclareceu " Na manhã da quarta-feira (4) após identificar possíveis movimentações fraudulentas, a agência contatou a Prefeitura e providenciou o bloqueio das credenciais de acesso à conta, o que impediu a realização de novas transferências. Segundo a instituição financeira, os valores foram movimentados via transferência eletrônica de dados (TED) e que, portanto, é possível identificar o destino, bem como os beneficiários pelo CPF/CNPJ. A recuperação faz parte do processo de contestação e está em andamento pelo setor responsável. O Banco do Brasil informa ainda que mantém estrutura dedicada à prevenção a fraudes e apta a detectar a atuação de golpistas por meio de sistemas e soluções de segurança". Em razão dessa situação, todas as contas da prefeitura na agência tiveram um bloqueio temporário, todas estão sem credencial de acesso. Conforme o gestor municipal, estão sendo cumprido todas as etapas para novo credenciamento de senhas, a fim de minimizar os possíveis prejuízos desse bloqueio, que inicialmente durará por 48 horas tempo suficiente, conforme ele, para a realização dos vencimentos dentro do prazo, principalmente os salários dos servidores e outros serviços e atividades municipais que possam ser afetados. A Prefeitura prepara um comunicado à população rio-novense, aos funcionários e à Câmara Municipal.